COMPOSIÇÃO DA ÁGUA DO MAR

• O oceano corresponde a 71% da superfície da terra. • A água do mar é uma solução contendo 70 elementos químicos, constituída por solvente (água) e por soluto (sais). • Na química, um sal é um composto neutro (Ex.: NaCl, KCl, CaSO4) de um cátion (Na+, K+, Ca++) ligado a um ânion (Cl--, SO4--). Eles são tipicamente o produto de uma reação química entre: • * Uma base e um ácido, formam um sal + água, ex.: 2NaOH + H2 SO4 --> Na2 SO4 + 2H2 O sulfato de sódio • * Um metal e um ácido, formam um sal + hidrogênio, ex.: Mg + H2 SO4 --> MgSO4 + H2 sulfato de magnésio • * Um óxido ácido e um óxido básico, formando um sal, ex.: CO2 + CaO --> CaCO3 carbonato de cálcio • A água dos oceanos é salgada porque contém sais dissolvidos (com concentrações entre cerca de 33 e 37 g por cada quilograma de água do mar) que têm várias origens: 1. As rochas da crosta vão-se desgastando por erosão e há uma parte dissolvida desse material que é transportada para o oceano pelos rios. 2. As erupções vulcânicas libertam substâncias voláteis (tais como dióxido de carbono, cloro e sulfato) para a atmosfera, uma parte das quais é transportada por precipitação diretamente para o oceano ou indiretamente por meio dos rios. As erupções vulcânicas submarinas contribuem fortemente para os íons no oceano. Em contrapartida a essas fontes de sais, há sumidouros que consomem parte dos sais dissolvidos: plantas e animais marinhos que usam sais (por exemplo, sílica, cálcio e fósforo) para construir os seus esqueletos ou conchas, sedimentos depositados no fundo do mar e que incorporam alguns sais (por exemplo, potássio e sódio), e ainda outros processos como a saída do sal transportada pela evaporação (maresia). O equilíbrio entre as fontes e os sumidouros fazem com que a composição da água do mar seja essencialmente constante. • Os depósitos hidrotermais são formados pela penetração e pela percolação das águas oceânicas em fendas e fissuras existentes nas rochas. Nesse percurso as águas se enriquecem de metais que sãoposteriormente precipitados no seu retorno ao oceano. Esses metais precipitam-se nas proximidades do eixo das cordilheiras mesoceânicas, onde ocorrem edifícios vulcânicos submarinos e fraturas, associados aos limites de placas litosféricas. Nessas regiões, que possuem alto fluxo de calor, formam-se as fumarolas que são como fontes submarinas de água enriquecida em metais dissolvidos das rochas vulcânicas do fundo submarino pela percolaçãode água aquecida em fissuras e fraturas da rocha. Figura 3 - Erupções vulcânicas submarinas que contribuem para os íonsno oceano. • Para todos os oceanos, embora a quantidade total de sais dissolvidos seja variável, as proporções relativas dos principais elementos (Sódio - Na+, Cloro - Cl--, Magnésio - Mg++, Cálcio - Ca++, Potássio - K+, Sulfato - SO4--) são constantes. Esses elementos  correspondem a 99% do total de elementos na água do mar. • Somente o sal NaCl (Cloreto de Sódio) é responsável por 86% da composição da água marinha. • Em uma salinidade de 35, 1kg de água do mar contém em média 35 gramas de sais inorgânicos dissolvidos. A água do mar é constituída de 96,5% de água pura e 3,5% de sais. Apresenta também uma pequena quantidade de organismos vivos e material inorgânico particulado e orgânico dissolvido. • Obs.: • Material dissolvido é o que passa por uma membrana de 45µm e o particulado é o que fica retido. • O material dissolvido pode ser orgânico, com composição biológica como proteínas, lipídeos, aminoácidos, uréia, ácidos húmicos ou inorgânico como os sais e nutrientes. • O material particulado orgânico constitui, por exemplo, tecidos animais ou vegetais e o inorgânico fragmentos de minerais em suspensão. • A determinação da salinidade auxilia na identificação de massas de água, da sua movimentação e mistura. • A água dos oceanos é um bem mineral e uma fonte sustentável de elementos economicamente importantes, como por exemplo: Cl, Na, Mg, K, Br, Sr e B. Em muitos países, a água do mar constitui a principal fonte de sal para consumo humano, como é o caso do Brasil, que extrai todo seu sal de cozinha (NaCl) a partir da evaporação da água marinha proveniente das salinas do Nordeste e do Rio de Janeiro. NUTRIENTES E GASES NO MAR Na água do mar estão dissolvidos diversos tipos de sólidos e gases. • Estes elementos podem ser divididos em: a) conservativos, que não são alteradas suas proporção biologicamente como os sais e b) não conservativos que são metabolizados pelos organismos, como os elementos nutrientes e gases dissolvidos na água como oxigênio e gás carbônico. • Além dos nutrientes essenciais para o crescimento dos vegetais marinhos e dos gases dissolvidos existem também os  elementostraço, ocorrem em concentrações muito pequenas e também são necessários em reações metabólicas. • Os nutrientes são importantes para a vida marinha, porque sem eles o fitoplâncton não cresce e não se reproduz, afetando toda a cadeia alimentar. • Os nutrientes se dividem em blocos químicos que são: - construtores de matéria viva: C, O, N, H; - macronutrientes que são elementos necessários em quantidades moderadas: Na, Mg, P, S, Cl, K, Ca, - microelementos ou elementos traços, os organismos precisam de quantidades muito pequenas para desempenhar funções vitais: F, Si,Vn, Mn, Cr, Fe, Co, Cu, Zn, Se, Mo, Sn,I. • Em ilhas oceânicas, como na Ilha de Páscoa no Pacífico, depósitos de fosfatos de cálcio, conhecidos por guano, são formados pela reação das rochas carbonáticas com o excremento de pássaros, ricos em fósforo, um importante nutriente. • Na água do mar também encontra-se gases da atmosfera como o nitrogênio, o oxigênio, o argônio, o gás carbônico, o neônio, entre outros. A principal troca de gases com água ocorre através da interface ar-água. • O ciclo biogeoquímico existe em função da entrada e saída de elementos da água do mar. Cada elemento possui um tempo médio de permanência nos oceanos, que varia de milhões de anos a até pouco menos de 100 anos.